Não se deve vitimizar-se em um novo país

Não se deve vitimizar-se em um novo país

Não se deve vitimizar-se em um novo país

Não se deve vitimizar-se em um novo país

Não se deve vitimizar-se em um novo país

Por que algumas pessoas têm mania de se tornarem vítimas quando se mudam para o exterior? Por que elas não tentam se integrar ao ambiente e às pessoas? O que é mais fácil? Confira nosso texto hoje e descubra porque não se deve vitimizar-se em um novo país.

Momento de integração

A vida em outra nação, no início, pode ser muito difícil para algumas pessoas. É preciso integrar-se com a população, as regras e costumes, a vida neste local. E isso não é fácil, porém, não é impossível. Afinal, muita gente consegue ser feliz em outro lugar que não é o seu país de origem. Elas conseguem reconstruir sua vida, constroem família e não pensam em retornar. Mas, por que para algumas pessoas isso não acontece e elas tendem a vitimizar-se?

O processo de vitimização

Não podemos generalizar, mas, para muitos indivíduos é mais fácil se tornar vítima da sociedade a lutar por um lugar ao sol. Isto acontece comumente com estrangeiros e especialmente com aqueles que são negros, possuem mais idade ou têm alguma necessidade especial. É importante que todos saibam que são iguais e que as chances podem ser as mesmas para todos, que não se deve vitimizar-se em um novo país. Mas, para que isto aconteça, é fundamental conquistar o seu espaço. Nada vem de graça.

Situações complicadas

Nós sabemos de todas as dificuldades que cercam as pessoas que se mudam de país em busca de uma vida melhor. Alguns exemplos são: saudade da família, falta de oportunidades de emprego, dificuldade de falar o idioma, raça, opção sexual, enfim, a lista é grande. Mas, é preciso entender que dias melhores virão e não se deve desanimar. Fazer-se de vítima é uma maneira de piorar a situação e deixar a tristeza tomar conta de si. É uma forma de tornar em vão o esforço para mudar sua vida.

Depressão e suicídio

É de fundamental importância que a pessoa entenda que não se deve vitimizar-se em um novo país. Deixar se abater pelas dificuldades torna a pessoa apática, sem ânimo e com depressão. Não são raros os casos de suicídio entre estrangeiros. A solidão e outras dificuldades de integração são os principais motivos para este ato radical, mas há vários outros. Por isso, é imprescindível lutar por seu espaço e se tornar cidadão desta nação, mesmo que o período de moradia seja temporário. Isto é para o seu próprio bem.

Dizer não à negatividade

É preciso dizer não à negatividade, mesmo que situações ruins surjam durante o processo de integração do estrangeiro ao seu novo país. A depressão e os pensamentos negativos iniciam uma autodestruição, que gera derrota e pessimismo. Vitimizar-se deixa a pessoa vulnerável, com pensamentos de que ela não pode ou não consegue ser igual aos outros moradores da localidade, que é um fracassado. Com isso, ela pensará que a vida é injusta.

Como superar a vitimização?

Mas, é hora de falar de coisas boas, de gerar energias positivas e aprender na prática que não se deve vitimizar-se em um novo país. Como superar a vitimização? Como deixar de ser vítima de si mesmo?

É preciso assumir a responsabilidade por sua vida. Você é adulto e responsável por seus atos. Se você decidiu se mudar para um novo país em busca de uma vida melhor, é hora de lutar para que isto aconteça. Reclamar não adianta! É preciso decidir o que fazer para mudar sua situação e dar a volta por cima. Monte suas estratégias!

Cure as feridas do passado e também as do presente, se houver alguma. Deixe de lado todos os pensamentos negativos, as energias ruins e tudo o que destroi sua felicidade. Diga a si mesmo que você pode, que é capaz de mudança e irá fazer isso! Só quem pode mudar esta mentalidade de vítima é você!

Assim que tomar esta decisão de verdade, do fundo do coração, treine seus pensamentos para atrair coisas boas, somente o que há de positivo na vida. Assim, você se respeitará mais e também atrairá respeito de outras pessoas. Não se deixe abater quando surgir alguma dificuldade! Mostre que você é capaz de ter responsabilidades e atingir os seus objetivos!

Ser independente também é uma forma de superar a vitimização que você criou. Se você se mudou com toda a sua família e só sai de casa com alguém, está mais do que na hora de integrar-se com outras pessoas e fazer novas amizades! Aprenda sozinho a enfrentar os obstáculos e peça orientações ou conselhos para superá-los, mas, de maneira nenhuma desanime!

Não se deve vitimizar-se em um novo país

Acredito que a lição de hoje foi aprendida: por mais que surjam dificuldades ao se estabelecer em uma nova nação, é fundamental ter pensamentos positivos e não se deixar abater pelas dificuldades de integração. Atitudes positivas farão a diferença na busca e conquista por seu espaço! Chega de desculpas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *