Minhas Memorias de Vida V

Minhas Memorias de Vida V

025Minhas Memorias de Vida V

Desde quando eu era pequena, uma criança que nada entendia da vida, já tinha meus sonhos guardados dentro do meu coração (relatadas aqui). Sonhar é tão bom! E quando chegou o dia, o momento de materializar estes sonhos, ainda parece que estou dormindo acordada. Chegou o dia em que saí de Quirinópolis, em Goiás, fui para Uberlândia e depois para Ribeirão Preto. Todas estas cidades são bem maiores, se comparadas com a que eu nasci, e sempre melhores estruturadas nos serviços públicos essenciais. Bem, no meu último post eu disse que a minha filha mais velha havia se casado, se mudado para a Itália e eu iria visitá-la. Chegou o momento de fazer a viagem. Nunca havia feito um trajeto de avião muito longo, apenas tinha ido a São Paulo desta forma, mas nem as horas que sabia que estaria em voo me desanimaram. Ao contrário, tinha o espírito de uma criança que vai a um balanço.

001

E chegou o grande momento de ir para a Itália, 10 meses depois que minha filha havia ido. Eu também peguei as malas e cheguei ao velho continente europeu, me lembro de todos os detalhes da viagem. Nossa, gente, nem estava acreditando: o sonho lá da infância estava se realizando! Se você sonha, seja o desejo que for, lute por ele. Não deixe isso cair no esquecimento! Vá à luta, acredite em você, não importa a circunstância. Basta crer e não desistir, ponha em prática. Persista. Eu me lembro do momento que estava saindo do aeroporto, indo para casa e vendo toda a arquitetura, a paisagem, as pessoas, tudo novo. Eu disse: Poxa, como tudo é lindo! Eu gostei de primeira e, por incrível que pareça, não foi somente na chegada ao país, mas, com o tempo, a primeira impressão foi se solidificando e nunca passei por problemas de adaptação.

Eu saí de Ribeirão Preto no dia quatro de outubro de 2005. Era a minha primeira viagem com esta distância (onze horas de voo) e foi muito bom. Bem, por chegar a um lugar novo e fora do Brasil, tive que começar do começo (risos). Inicia-se engatinhando, andar, aprender a falar, então, entre outras palavras, é um novo desafio a se enfrentar. Eu mantive a mesma empolgação e estava feliz por aprender e reaprender. Temos que nos dar tempo para isso, pois tudo é um começo.

Comecei aprendendo o sistema e a língua do país. Fui atrás de emprego, que não foi fácil justamente por causa do idioma. Aos poucos conheci duas italianas, as quais me ajudaram muito no aprendizado da língua e também se tornaram minhas clientes de massagens. E assim se começa. Depois apareceu um trabalho num restaurante. Eu procuro não reclamar de nada, pois, como já disse anteriormente, não serve para nada ficar se vitimando, chorando para as pessoas. Nós temos que espremer o limão e fazer limonada. O caminho tem que ser da honestidade: pode ser o mais apertado, mas, por este motivo, não nos faz perder o rumo da estrada. E sabendo que existem pontos de chegada, em um dia conseguimos um contato, em outro mais um, sempre acreditando que Deus nos enviará pessoas boas em nossas vidas.

Às vezes, pela saudade do país, algumas pessoas se aproximam de outras que não tem nada a ver com o modo delas enxergarem a vida. Mas, mesmo assim elas insistem em ficar juntas, pois falam a mesma língua e são da mesma nacionalidade, etc. Tirando que se pode ter várias dores de cabeça no decorrer do tempo, pode-se também estimular o aprendizado da língua, pois é claro que é sempre melhor falar o idioma materno.

village-425379_1920

 

Uma experiência que me marcou muito aqui foi quando vi a neve. Foi um sonho realizado, porque até então eu havia visto somente na TV e sempre achei tudo maravilhoso. Levei tantos tombos! Mas eu me levantava e estava novamente caminhado no gelo. Agora estou habituada, acho lindo quando tem neve. A vida é assim, temos sempre surpresas.

Eu parecia uma criança, isso sim! É este espírito que devemos manter durante toda a nossa vida: embora com as lutas nós esquecemos, é importante nos mantermos com o espírito feliz como o de uma criança.

Quando alcançamos algo muito almejado é ótimo! Temos que acreditar que podemos, de todo o nosso coração. Eu procuro falar o mínimo possível sobre os meus sonhos, mas acredito neles. Já disse que existem os que não serão realizáveis nesta vida, mas eu os tenho aqui guardados mesmo assim. Não se frustre, apenas acredite que existe tempo para tudo em nossas vidas. Mantenha-se longe de palavras pessimistas e pessoas negativas e problemáticas. Palavras sem frutos não entram em mim e sou blindada contra o negativismo. Eu acredito que tudo dará certo, pois a insegurança e a indecisão não nos deixam caminhar.

Seja o seu próprio admirador, não espere que alguém lhe faça um elogio. Olhe para dentro de si, armazene no seu interior somente coisas boas, plante boa semente, que trará bons frutos e, por meio da colheita, percebemos como é importante a preparação: escolher uma terra fértil, boas sementes, regar, colocar à luz. Nesta etapa ainda não vemos o resultado, mas é o processo mais importante. Eu, lá na roça, me via em uma cidade grande, lembram?

Alguém já parou para pensar em uma pessoa sem referência ou com o mesmo DNA? Se isso acontecesse, muita gente inocente pagaria pelo erro do outro. Aonde eu quero chegar? Devemos ser responsáveis pelos nossos atos. Uma pessoa, por mais que ela viva, não sabe tudo. Estou aberta para aprender todos os dias, seja com os mais velhos e também com os mais novos. Com a idade, o passar dos anos, vamos adquirindo experiências, maturidade, mas não sabemos tudo. Ser aberto para o conhecimento é importante em todas as fases da vida, para aprender novidades com pessoas boas e compartilhar nossa vivência uns com os outros. Podemos fazer uma grande corrente de aprendizes. Quando pensamos que só nós sabemos, empobrecemos. Quando sabemos algo que podemos compartilhar e não fazemos, também empobrecemos, pois a riqueza da vida é ir mudando de fases. Existem algumas etapas que encontramos dificuldades, mas temos que terminá-las para podermos entrar em outra e é vida que segue. Devemos manter boas referências e saber que cada um possui suas digitais. É por isso que cada um escolhe a estrada que vai trilhar.

E falo mais: a questão de idade, raça, nada disso pode ser desculpa por não conseguir superar etapas. Não se apegue a estas pequenas coisas, tenha a sua decisão voltada para dentro de si. Não fique apegado ao estereótipo, pois o que vale é o que temos dentro de nós. O corpo é um empréstimo: ele pode vir negro, sem braços ou pernas, mas o que é importante é a essência. Não fique remoendo o passado, pensando que poderia ter feito algo assim ou assado. Siga em frente, a vida é hoje. Mesmo em tempestades, lance a

rede e o peixe virá, acredite. Muitas vezes desistimos do que buscamos por pensar que tudo será em vão. Não vejo nada, nem mesmo ouço quando as pessoas dizem: eu te disse que nada aconteceria. Sim, acontece. Acredite! Aproveite para transformar todos os momentos em bênçãos e alegria.

Quantas vezes eu ouvi pessoas dizendo não, nós te chamaremos depois, ou não vai acontecer! Um exemplo: você vai a uma entrevista de trabalho e no local a pessoa diz que resolveram adiar o projeto, que quando reabrirem eles telefonam. Outro dia isso aconteceu comigo. Não é mole, dá uma sensação de perda da dignidade, pois criamos nossas expectativas, mas eu buscava forças dentro de mim e logo renasciam as minhas esperanças. Eu sabia que algo melhor estava por vir, assim já voltava para casa leve e sabia que amanhã seria sempre outro dia. Também aprendi que na vida não temos tudo na hora que queremos e que para tudo existe um tempo, não podemos pular etapas em nossas vidas, pois, quando as pulamos, isso nos fará falta.

Dia após dia eu aprendo a não ficar preocupada com o amanhã, procuro manter sempre a calma e assim vivo melhor e menos ansiosa. A ansiedade nos traz muitos prejuízos à saúde. Tem gente que sofre compulsão por alimentos, fumo, drogas, álcool, etc. Vocês lembram quando contei que tive uma época onde fui muito obesa? Pois é, era tudo ansiedade. Com as experiências nós aprendemos e hoje, quando tenho assuntos para resolver, eu durmo cedo. No outro dia as decisões estão claras e assim estou pronta. Não faça nada enquanto ainda tiver dúvidas, porque existem coisas irreparáveis. Pense bem antes, não fique murmurando o que ainda não aconteceu e vá lutando. Quando a gente nem está mais lembrando, cai em nossas mãos. Acredite nisso, vale esperar.

A melhor coisa na vida é sempre estarmos ocupados e assim também conseguimos nossa independência. Ocupe-se com o que é bom, seja um trabalho voluntário, artesanato, ler, artes cênicas, etc. Estou sempre me ocupando, eu não paro e por isso me sinto sempre renovada e disposta.

Sinto a cada dia mais vontade de fazer coisas novas, isso é sinal de que estou viva por dentro. Temos que estar sempre em sintonia, é isso mesmo, inovando a cada dia enquanto vivemos nessa vida. Você já imaginou um lugar onde todo mundo plantaria só arroz? Claro que seria muito complicado sem os outros tipos de alimentos. Assim sou com as pessoas que não buscam fazer outras coisas. No meu blog relato minhas experiências e tantas habilidades profissionais que busquei, até que me encontrei na estética. Sempre temos tempo para mudar quando não nos sentimos felizes com determinados trabalhos. Enquanto há vida, mantemos o ânimo. De tudo que já passei não me revolto, mas me sinto grata.

Deste mundo a gente não leva nada, a não ser o conhecimento. Por isso eu falo que não adianta ser arrogante, orgulhoso, invejoso. Nós devemos ser guerreiros e não nos esquecermos das nossas raízes, pois com elas a gente pode se tornar forte e saudável. Ter princípios e qualidade é primordial para ser um cidadão de bem na “grade” da sociedade, o mais é contigo: se vai continuar a caminhada e chegar lá. Eu posso garantir

que tem saída, só depende de cada um. Eu sei que realmente é um desafio grande para cada pessoa.

Tem gente que “tira de letra” alguma situação, outras pessoas demoram um pouco mais. Porém, isso não significa que ela é fraca, e sim que precisa de um pouco mais de tempo. Eu conheci uma mulher cheia de decisões, para qualquer coisa estava lá ela procurando resolver. Em um belo dia ela saiu de casa bem cedo, para acompanhar o filho na escola. Isso não era habitual, era sempre o pai que fazia isso. Naquela manhã ela foi levá-lo e o filho olhou para ela e disse: – Mamãe, achei bom você ter me trazido hoje, porque a senhora sempre teve um perfil de resolver tudo numa boa. Não tive notas neste semestre. Ela olhou para ele e perguntou o que estava acontecendo. Ele respondeu: – Não estou enxergando nada na lousa. – Por que não me disse antes? – Para não deixá-la preocupada. Ela falou: – Nada disso, filho, vamos ao médico. Chegando lá ela recebeu outra notícia dura: o filho estava com diabetes em um alto grau. Pessoal, o que quero falar é que devemos sempre manter a calma, que tudo pode ser resolvido, basta lutar. Esta mãe sempre foi assim e tudo foi resolvido no devido momento. Tanto eles quanto os professores estão tranquilos, pois foi nesta calma e discernimento que ela descobriu.

Como todo começo não é fácil, morando na Itália não foi diferente. Mas, com o tempo, tudo vai criando sua forma.

Trabalhando neste restaurante conheci meu marido e juntos nós começamos a nossa história. Por sinal ele pensa de maneira semelhante a mim, com os mesmos valores de família que tenho.

Já aqui na Itália eu recebi a notícia da perda de dois irmãos: o meu querido irmão Gerônimo teve uma morte repentina, morreu dormindo, e também a minha irmã Benedita. Nos meus próximos posts eu vou escrever como é receber a notícia de perdas. Não é fácil, pois são mais de 9.000 km de distância, mas também quero deixar aqui registrado que devemos viver bem com todos e sem ressentimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *